Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011

6ª edição da maratona ATV 55

Torres Vedras, a zona Oeste do bom vinho, do típico pastel de feijão, e de grandes nomes do ciclismo, acolheu no passado domingo a 6ª Edição da maratona ATV 55.

 

 

Revelando-se, uma vez mais, um evento de sucesso, contou com cerca de 650 amantes da modalidade e com caras bem conhecidas do panorama do ciclismo nacional.

 

De destacar a presença de alguns ex-internacionais de Ciclismo que partilham a paixão do BTT, como  Carlos Marta, João Paulo (Paletas), e Nuno Alves , que em muito dignificaram o ciclismo Nacional, elevando bem alto o bom nome de Torres Vedras. Esta carismática Maratona BTT da região Oeste foi ainda abrilhantada com a presença  especial do actual ciclista profissional Hernâni Brôco, que brilhou ao mais alto nível na 73ª edição da Volta a Portugal em bicicleta no passado mês de Agosto, e na maratona dos 60 Km com o fantástico tempo de 02:24:02h.

A dupla Nuno Machado e Diogo Vieira, que concluiu com êxito a edição 2011 do Cape Epic, também marcou presença pedalando ao longo dos fantásticos trilhos com enorme satisfação.

 

Com 2 trajectos destintos (30 e 60 Km), os trilhos fizeram a delicia de todos os participantes. Um percurso misto composto por estradões, single tracks, descidas rápidas e as típicas subidas acentuadas proporcionaram aos presentes momentos de puro BTT.  

 

A MoveFree marcou presença neste evento, desta feita nos trilhos, a pedalar com aqueles que partilham o gosto pela modalidade e que ao longo dos anos acompanham a MoveFree em extensos quilómetros de boas pedaladas.

 

As bicicletas Specialized também estiveram em destaque, como é o caso do pódio no percurso dos 30 Km. Aos comandos de uma Epic o atleta Rafael Silva do team Faískas BTT cortou a meta em 1º lugar com o brilhante tempo de 01:26:24h.

 

À organização os nossos parabéns. Trilhos de se lhe tirar o chapéu, staff prestável e bem disposto, e uma organização eficiente.

 

Continuem o excelente trabalho desenvolvido. Para o ano marcaremos novamente presença, pedalando com orgulho pelos trilhos da bela região Oeste.

 

Para os curiosos que perderam este evento deixamos um video do momento da partida:

http://www.youtube.com/watch?v=F7tdGLawhK0&feature=player_embedded#!

 

 

Boas pedaladas!


Publicado por Eupedalo às 13:03
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

1ª Maratona Rota do Pão de Ló

A localidade de Miragaia acolheu no passado dia 04 de Setembro a 1ª edição da Maratona Rota do Pão de Ló. Com dois percursos distintos (35 e 60 Km) e com o tradicional Pão de Ló, gentilmente cedido pela Associação de Miragaia, o evento decorreu com uma enorme naturalidade, contando com o apoio e presença da MoveFree.

 

 

Num dia que se adivinhava chuvoso, as condições climatéricas resolveram proporcionar uma aberta para que os BTTistas presentes pudessem desfrutar dos fantásticos trilhos e paisagens do concelho da Lourinhã, já apelidada como “a capital portuguesa dos dinossauros”.

Em terreno com legado paleontológico, rico em pão de ló saboroso, reuniram-se quase uma centena de amantes da modalidade para uma agradavel manhã a pedalar.

Nos momentos que antecederam a partida os presentes tiveram a oportunidade de se hidratar e refrescar com os frescos isótonicos CarbBOOM, disponiveis no paddock MoveFree.

Para os que ainda despertavam para a actividade fisica, os cafés NOVO DIA proporcionaram a preciosa dose de cafeína recomendada.

 

 

Para além deste mimo disponibilizado pela MoveFree, os presentes puderam ainda beneficiar de um serviço de bicicletas de teste com alguns dos modelos das reconhecidas bicicletas de teste Specialized.

Quem teve necessidade de afinar as máquinas, pode ainda beneficiar de um serviço de mecânica rápida no local e de uma assistência básica em 2 pontos dos percurso.

 

Trilhos com belas paisagens; abastecimentos bem localizados; banhos de água quente; e serviço de massagens a cargo da FEEL foi o que os participantes encontraram no dia 04 de Setembro.

Depois das bikes lavadas e banhos tomados, o repasto fez as delicias de todos. Um almoço excelente, bem confeccionado e servido por gente simpática e prestável.

 

 

Deixamos o agradecimento da organização, que se demonstra recetiva a promover futuras edições:

“Agradecemos a todos os que participaram e apoiaram a primeira maratona Rota do Pão de Ló - Miragaia/ Lourinhã. Esperamos que tenham gostado do evento e sobretudo do famoso pão de ló que gentilmente foi cedido pela associação de Miragaia.

A todos o nosso muito obrigado e até para o ano.”

 

Também nós damos os parabéns à organização pelo excelente trabalho realizado, que esperemos que continue por muitos anos.

 

Podem ver toda a classificação da maratona aqui.

 

Como sempre, todas as fotos deste e de outros eventos estão visíveis na nossa página do Flickr.

 

Boas pedaladas e até breve!


Publicado por Eupedalo às 13:19
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

Cancelamento da prova “24 Horas BTT MoveFree”

O adiamento da última etapa do PTopen XCR precipitou a não realização desta prova complementar patrocinada pela MoveFree.

 

 

As “24 horas BTT MoveFree”, prova complementar à última etapa do PTopen XCR, foi cancelada, após decisão da empresa organizadora Horizontes em adiar esta etapa do PTopenXCR, que se iria realizar na Tapada Militar de Mafra nos próximos dias 10 e 11 de Setembro. A prova patrocinada pela MoveFree e cujas inscrições e realização estavam a cargo da empresa Horizontes, fica assim cancelada.

Conforme informação divulgada no site do evento ( http://www.ptopenxcr.com/ ), a Horizontes compromete-se a comunicar novo local e data da final do PTOpenXCR e a restituir o valor da inscrição nas provas, “caso os inscritos (...) se sintam prejudicados e não pretendam participar na futura data e local”.

 

A MoveFree, alheia a estes desenvolvimentos, pede desculpa a todos os que se inscreveram nas “24 horas BTTMoveFree” e assegura que tudo fará para continuar a proporcionar a todos os utilizadores de bicicletas novas experiências e oportunidades para pedalar.

Desta forma, este cancelamento em nada afecta a organização dos passeios de loja MoveFree, que irão continuar a ser realizados durante o mês de Agosto e Setembro, de acordo com as seguintes data e locais:

 

20 de Agosto - Passeio MoveFree Torres Vedras

 

24 de Agosto - Passeio Nocturno Lisboa (Dolce Vita Tejo)

 

27 de Agosto - Passeio MoveFree Sintra

 

14 de Setembro - Passeio Nocturno Lisboa (Dolce Vita Tejo)

 

17 de Setembro - Passeio MoveFree Sintra

 

22 de Setembro - Passeio Nocturno Torres Vedras

 

24 de Setembro - Passeio MoveFree Lisboa (Dolce Vita Tejo)

 

28 de Setembro - Passeio Nocturno Sintra.

 

 

Para esclarecimento de dúvidas, os interessados poderão contactar a MoveFree através do seguinte mail: eventos@movefree.pt.

 

Boas pedaladas!


Publicado por Eupedalo às 14:14
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 7 de Julho de 2011

Ciclismo de longa distância - Artigo de Pedro Maia

 

  

 

 

Aqui vos deixamos, na íntegra, um artigo escrito pelo atleta da MoveFree, Pedro Maia, para a revista "Ciclismo a Fundo". Este artigo, intitulado Ciclismo de longa distância - Como preparar o seu primeiro Grandfundo - não é mais do que um guia de treinos de preparação para provas longas e exigentes, para ajudarem aqueles que pedalam para vencer:

 

 

"A época está no seu início, o bom tempo vem aí e o seu objectivo é fazer um evento de longa distância em estrada. Muito em voga no meio do ciclismo, este tipo de eventos tem vindo a aumentar e hoje em dia já se fazem grandes clássicas por todo o mundo.

Antes de começar deve tomar consciência que tem que assumir um compromisso e concentrar-se nos objectivos que quer alcançar. E então, deve começar por colocar algumas questões a si próprio, tais como:

-Será que tenho capacidade para treinar para uma prova de 200 km? Será que conseguirei suportar as intensidades de esforço a que me vou submeter? Terei força de vontade para modificar o meu regime alimentar?

Ou seja estas situações de compromisso é que vão definir o quanto quer alcançar o objectivo.

Existem várias maneiras de assumir esse compromisso não só em relação ao ciclismo mas também em relação a um aumento de boa forma física que sobretudo se vai reflectir na sua saúde em geral.

  1. 1.    Trace objectivos. Em primeiro lugar, o que é quer alcançar nesta época e em segundo como é que lá vai chegar?
  2. 2.    Seja exigente consigo próprio. O que é que acha que pode abdicar para se tornar num ciclista melhor? Está disposto a andar à chuva, ao frio, ao sol, com vento contra e muitas outras condições meteorológicas desfavoráveis? Mas lembre-se que poderá ter que abdicar dos seu prazeres mas nunca das suas responsabilidades.
  3. 3.    Conheça-se a si próprio. Analise os seus pontos fortes e menos fortes. Se não for tão bom trepador, está preparado para passar bastante tempo nas subidas para trabalhar a sua capacidade física e técnica? O que é que o fará continuar quando as coisas ficarem muito duras?
  4. 4.    Trace um Plano. Use os seus pontos fortes no ciclismo para passar de um nível para outro. Planeie os seus treinos e faça um diário, de maneira a saber como é que chegou aqui hoje e onde irá estar amanhã.

E sobretudo, não deixe para amanhã o que pode fazer hoje

 

 

 

 

METODOLOGIA DE TREINO

 

Não basta só treinar duro, toda a gente o pode fazer, o “truque” está em encontrar a maneira mais rápida, inteligente e eficiente de alcançar os seus objectivos. E sobretudo aprenda com os erros fazendo o possível para nunca os repetir.

 

COMO ENCONTRAR A INTENSIDADE DE TREINO ADEQUADA

 

Existem vários métodos para encontrar a sua pulsação máxima ou a sua pulsação no Limiar do Lactato, umas mais científicas do que outras mas para simplificarmos vamos usar um método muito simples mas eficaz o suficiente para ficarmos a conhecer as intensidades que devemos usar nos treinos. O método chama-se “Teste de Stress em Subida” e pode ser feito Indoor ou no terreno. Como acontece na maior parte dos testes não é uma brincadeira e tem que ser eito com a intensidade adequada, mas também não demora muito tempo e só precisa de o fazer uma vez em cada época.

Protocolo: Usando o seu cardiofrequencímetro, aqueça bem +/- 30 minutos até à subida onde vai fazer o teste. Esta subida deve ser longa, e com alguma inclinação (4 a 6%). Comece a subir com uma cadência alta, usando um andamento (mudança) que seja um pouco mais forte que o habitual nestas circunstancias. Levante-se do selim e comece a puxar até ao máximo que conseguir depois faça um sprint como se a vitória no Campeonato do Mundo dependesse dele. E está feito, anote a sua pulsação máxima nestas condições.

Atenção: É aconselhável fazer um exame médico prévio antes de fazer este tipo de testes e só depois de ter o acordo do seu médico então é que os deve fazer.

Se não tiver uma subida por perto, pode usar a sua bicicleta em terreno plano ou fazê-lo Indoor. Mantendo uma cadência de 90 a 100 pedaladas, coloque uns andamentos mais pesados de maneira a aumentar a sua velocidade à roda de 1 km/h a cada 30 segundos. Mantenha esta atitude até chegar a um esforço extremo em que sinta o coração a chegar ao “red-line”.

Assim que tiver o valor da sua Frequência Cardíaca Máxima (FCM) o treino vai tornar-se numa matéria de percentagens pois elas irão definir as Zonas de Treino de maneira a que os mesmos sejam estruturados para o manter em intervalos de pulsação específicos segundo os objectivos a cumprir.

 

Definição de Zonas de Treino Cardíacas:

ZONAS DE TREINO CARDÍACAS

Zona 1

Menos de 65% da FCM

Promove recuperação e o uso das gorduras como fonte principal de energia

Zona 2

65-84% da FCM

Para aumentar a Resistência aeróbica

Zona 3

85- 94% da FCM

Limiar do lactato, onde acontecem as maiores melhorias em termos aeróbicos

Zona 4

95 – 100% da FCM

Desenvolve o sistema anaeróbico, utilizado nos sprints e em fases mais intensas de corrida

 

NOTA: A fronteira entre a Zona 2 e 3 não deve ser considerada exacta pois existem muitas diferenças individuais, por exemplo um ciclista destreinado pode atingir o seu Limiar do Lactato cerca dos 75% da sua pulsação máxima enquanto outro ciclista em melhor forma pode ter o seu Limiar nos 85% ou mesmo mais. Por isso fique pelos valores mais baixos se ainda está a treinar há pouco tempo, depois à medida que vai evoluindo aumente a percentagem gradualmente. E sobretudo escute o que o seu corpo tem para lhe dizer.

Uma vez calculados os intervalos de esforço, vamos lá então aplicá-los na prática.

Treinar para uma prova de 80 KM

Se pratica ciclismo há pouco tempo, tem que começar por alguma distância, nesta altura 80 km pode parecer-lhe monumental mas com um treino adequado não terá problemas de pedalar entre 3H30 e 4H00 seguidas. Assumindo que está com uma forma decente, bastará este treino de 6 semanas para o colocar em condições e fazer esta quilometragem sem qualquer problema. Se não estiver em forma anteceda este programa com 6 semanas de treino de base onde deverá fazer passeios em terreno variado, adicionando 10% ao tempo ou à distância a cada semana que passa até chegar a 120 km ou 5 horas de treino semanais, nessa altura muda então para este programa.

 

 

S

T

Q

Q

S

S

D

 

Dia de descanso. Para recuperar do treino de do fim-de-semana. Use este dia para fazer treino complementar e treinar os músculos do Tronco e Zona Média no ginásio ou em casa.

60 a 90 min. com subidas mantenha-se sentado em grande parte de percurso no limite superior da Zona 2. Depois faça sempre sentado dois a três esforços de 2 a 3 min. rondando a Zona 4.

Descanso total ou 60 min na Zona 1.

Treino complementar tal como na 2ª Feira

 

60-90 Minutos em Zona 2 excepto duas acelerações de 8 a 10 minutos na Zona 3 

Descanso total ou 60 min na Zona 1.

Treino complementar tal como na 2ª Feira

 

90 a 120 min. com um intervalo de 30 min. até atingir o máximo da Zona 2                                      

60 a 90 min.

Na Zona 2

 

 

Treinar para uma prova de 160 KM

Depois dos primeiros treinos e provas de 80 km pode passar a um programa mais ambicioso e começar a preparar-se para distâncias até 160 km ou mesmo mais.

Para tal tem que estar preparado para começar a fazer esforços adicionais e mais saídas em grupo. Vai precisar de aumentar o seu conforto a pedalar junto com outros ciclistas pois, grande parte dos eventos têm um grande número de participantes. Tem também que aprender a pedalar na roda pois é uma das melhores maneiras de poupar energia sem perder velocidade (ou mesmo até para ganhar alguma). Se seguir esta prescrição de treino durante 8 semanas, juntando 10% do tempo/distância a cada semana que vai passando e aumentando o volume no treino de Sábado ou Domingo, vai conseguir acabar uma prova de 160 km com alguma energia extra.

 

 

S

T

Q

Q

S

S

D

Dia de descanso. Para recuperar do treino de do fim-de-semana. Use este dia para fazer treino complementar e treinar os músculos do Tronco e Zona Média no ginásio ou em casa.

65 a 120 min. na Zona 2. Nesse tempo coloque à roda de 30 a 45 min. de pequenos contra-relógios na Zona 3

Descanso total ou 60 min na Zona 1.

Treino complementar tal como na 2ª Feira

 

60-90 Minutos em Zona 2 excepto para um intervalo de 30-45 min. No valor mais baixo da Zona 3

Descanso total ou 60 min na Zona 1.

Treino complementar tal como na 2ª Feira

 

2 a 3 horas de treino em grupo em terreno plano, usando um ritmo rápido na roda. O ideal será andar o máximo possível no limite superior da sua Zona 3                                       

2 Horas nas montanhas

Subindo no limite superior da Zona 2 com períodos curtos (2-3 minutos) no limite superior da Zona 3. Entre subidas pedale no limite inferior da sua Zona 2.

 

Claro que existem tantos programas de treino como treinadores, a vantagem dos dois programas descritos tem a ver com a sua flexibilidade pois não tem distâncias específicas tanto diárias como semanais o que permite adaptar à consistência segundo a qual se treina.

RECUPERANDO

Para a semana do evento o mais importante é manter-se consistente. Esta não é a altura ideal para fazer grandes mudanças na sua dieta, nos seus padrões de sono, ou no equipamento. A única coisa que deve alterar é, no entanto, o seu treino. A isto chama-se RECUPERAÇÂO. O objectivo principal é criar uma reserva de energia física e emocional.

Outra regra é a de que vale mais estar “muito descansado do que cansado demais”. É natural querer fazer mais um treino longo ou intenso quando o evento está a poucos dias de distância, é difícil de resistir mas tem que o fazer.

Comece a recuperar até 3 dias antes. Se se sentir mais cansado até o melhor é fazê-lo durante uma semana. As pesquisas apontam para os benefícios de reduzir o volume mas manter a intensidade de treino consistente com o treino que fazemos normalmente. Não pare completamente de treinar pois ainda o vai deixar mais ansioso, mesmo no dia antes do evento, pode e deve fazer um treino leve para “soltar” as pernas e mesmo incluir alguns sprints para aumentar a pulsação e “abrir” os pulmões. No entanto NÃO exagere e não faça nada que o deixe nem que seja remotamente cansado.

SEMANA DE RECUPERAÇÃO EVENTO SÁBADO

S

T

Q

Q

S

S

D

Dia de descanso. Para recuperar do treino de do fim-de-semana. Use este dia para fazer treino complementar e treinar os músculos do Tronco e Zona Média no ginásio ou em casa.

60min. na Zona 2. Nesse tempo coloque à roda de 30 min. de pequenos contra-relógios na Zona 3

60 min na Zona 1.

 

Descanso total

30 min na Zona 1.

3 SPRINTS até ao máximo.

 

E

V

E

N

T

O

60 min na Zona 1.

OU

Descanso activo

 

 

SEMANA DE RECUPERAÇÃO EVENTO DOMINGO

 

S

T

Q

Q

S

S

D

Dia de descanso. Para recuperar do treino de do fim-de-semana. Use este dia para fazer treino complementar e treinar os músculos do Tronco e Zona Média no ginásio ou em casa.

60 min. em Zona 2 excepto para um intervalo de 30 min. No valor mais baixo da Zona 3

60 min na Zona 1.

 

60 min. na Zona 2. Nesse tempo coloque à roda de 30 min. de pequenos contra-relógios na Zona 3

Descanso total

30 min na Zona 1.

3 SPRINTS até ao máximo.

 

E

V

E

N

T

O

 

NOTA: Se o evento for Sábado e Domingo, siga a programação como se o evento fosse Sábado. Não se esqueça do aquecimento e do arrefecimento, são essenciais para prevenir lesões, ajudar na recuperação e ao mesmo tempo aumentar as suas capacidades físicas desde o início do esforço. Mesmo no dia do evento deve fazer um aquecimento antes de começar e pode fazer algo idêntico ao que fez no dia anterior, mais curto +/- 30 minutos com três sprints ao máximo.

 

Será que as classes de Spinning® vão-me ajudar no exterior?

 

O Spinning® é uma das actividades mais populares dentro dos ginásios. Uma classe de Spinning® bem programada pode ser um excelente veículo de treino, claro está que terá que se adaptar aos esquemas que o instrutor tiver programado e incluí-los no seu programa de treinos. Pode mesmo, combinado com o instrutor adaptar a aula ao treino que pretender fazer naquele determinado dia. No entanto prepare-se sempre para suar.

E falando em treino Indoor, podemos sempre fazer a transferência dos treinos de exterior

para a “comodidade” do lar usando um “Trainer” ou rolos, reduza em cerca de 30% a duração e é natural ser mais difícil atingir a Zonas de pulsação mais elevadas (Zona 4) por isso tem que se adaptar e usar também a sua percepção de esforço. Também é aconselhável usar um sítio arejado e se não for possível usar uma ventoinha para refrigerar. E nesta situação, ter um cuidado acrescido em manter-se hidratado.

 

 

Como é que sei que estou Sobre treinado?

 

Se tem uma profissão, família e amigos, deverá estar “sobre stressado” não sobre treinado. Sobre treino é uma palavra que está na moda mas é muito difícil de definir. Na maior parte das vezes, o verdadeiro sobre treino é algo que só acontece a atletas profissionais que passam horas e horas a treinar e não permitem que haja tempo para recuperar entre treinos. Os sintomas vão desde depressão, aumento da pulsação em repouso e insónia até sistema imunitário fraco, falta de energia e falta de desejo para treinar. A maior parte de nós não tem tempo para se sobre treinar, mas ao mesmo tempo podemos aprender com os atletas que o fazem. Um dos factores mais importantes a recordar é que se queremos que a nossa capacidade melhore, o nosso corpo precisa de tempo para descansar e recuperar. Talvez não esteja a fazer 3 treinos de 5 horas por dia, mas se não dormir o suficiente, não tiver dias de descanso e insistir em tornar cada treino numa corrida contra o cardiofrequencímetro, o seu corpo não vai ter capacidade de recuperar e tornar-se mais acondicionado.

 

SINTOMAS DE SOBRETREINO

 

 

Físicos

Comportamentais

Redução nas performances

Apatia

Fadiga constante

Letargia

Alterações do peso

Depressão

Aumento da sede

Má concentração

Mudança na pulsação Basal

Mudanças nos padrões de sono

Dores musculares

Irritabilidade

Inchaço das glândulas Linfáticas

Diminuição da libido

Diarreia

Ficar desajeitado

Maior incidência de lesões

Ficar molengão

Infecções

Apetência de açúcar

Amenorreia (nas senhoras)

 

Redução na pulsação de treino

 

As feridas demoram a sarar

 

 

 

Se sentir um ou mais sintomas daqueles aqui descritos, descontraia e faça uma reflexão sobre o que é o ciclismo e permita-se olhar e usufruir mais da paisagem assim como da conversa com os amigos do pedal.

 

Agora mãos e pernas à obra, a prescrição está feita e sobretudo seja sensato e vá reagindo por percepção e sensação de esforço. O seu corpo tem sempre a última palavra e como tal esteja atento e evite situações de exagero e sobretreino.

 

No próximo artigo falaremos sobre as estratégias de aquecimento, de corrida e também sobre os ajustes a serem feitos em termos de nutrição para longas distâncias.

LIVE, LOVE, RIDE"

 

Esperamos que possam retirar deste artigo e da vasta experiência do Pedro Maia, as dicas e truques que necessitam para pedalar cada vez mais e melhor e assim conseguirem os vossos objectivos.

 

 

Boas pedaladas! 


Publicado por Eupedalo às 18:44
link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 28 de Junho de 2011

EOX 240 - A Surf Trip mais estranha do Mundo

Aqui fica o relato do nosso atleta de maratonas, Nuno Machado, sobre a recente participação da equipa no EOX 240



"Estimados

Chegou a hora de vos falar da Surf Trip mais estranha do Mundo.

E se não vejamos. Esta Surf Trip saiu do Porto com dois surfistas de ondas grandes, Ricardo Pereira (Nitro) e o Sílvio Silva (para os amigos Sílvio Silva), seguiu em direcção a Torres Vedras onde entraram mais 3 loucos por ondas épicas Nuno Machado e Bruno Espinha do TEAM MOVEFREE e o Renato Ventura - Um herói que gosta de ondas épicas mas mais curtas e a descer ou aos saltos. Ou melhor, gostava! Porque já prometeu que na próxima Surf Trip não vem de roupa larga, mas que vai vestir licra e capacete aberto.

Em Lisboa ainda entraram na "Ivone" (a nossa montada para estas surfadas) os dois Masters da Surf Trip. O Tiago Nuno Silva e o Rodrigo Machado. O facto de o Tiago ser Nuno e o Rodrigo ser Machado não tem nada a ver com o resultado que conseguiram. Ou se calhar tem tudo a ver. Estes dois são mesmo os gurus dos dias épicos, altamente Zen e sem stress. Típico que quem vive intensamente estas Surf Trips.

E só depois é que seguimos para o local mítico das Surf Trips. Um Secret Spot. Mas eu vou revelar. Fomos na "Ivone" até Serpa onde nos esperava mais um clássico "Sua Alteza Real o Rui Paiva Lima". 

Chegados a Serpa foi só tempo para um faustoso jantar no "Alentejano" e correr para a Residencial "Serpínia" para dormir bem e depressa. Porque no Alentejo o Swell entra muito cedo como devem calcular não se pode fazer Surf em Serpa. Como tal ainda não eram 5h30m da manhã e já estávamos em Vila Verde de Ficalho. Sentados nas nossas pranchas aguardamos pacientemente pela chegada do melhor set da manhã. E eis que às 6h em ponto o Luís Silva da "Trilhos Vivos" nos informa que as melhores ondas do dia estão na praia da Zambujeira do Mar. Só tinhamos de seguir o trilho que ele nos deu e completar os 251 Kms entre Vila Verde de Ficalho e a Zambujeira.

Deu-nos ainda indicações importantes como o estado do vento e excelentes locais para reforçarmos a nossa condição de "Surfistas". Que nesse dia se iam chamar ZA - Zona de Abastecimento, onde pessoal muito boa onda ia estar à nossa espera para nos atender. Típico de Surf Brother. Decidimos todos que em vez de irmos de prancha devíamos era ir de Bicicleta de Todo o Terreno (vulgo BTT) até à Zambujeira. E assim foi às 6horas e aproveitando o set que entrava naquele momento os cerca de 70 amigos que estavam em Vila Verde de Ficalho partiram em busca de ondas melhores na Zambujeira do Mar.


Tudo à espera da primeira onda

Arrancamos com muita vontade de chegar cedo, queríamos surfar ainda de dia, e o ritmo que colocamos foi forte. O Tiago e o Rodrigo desapareceram logo e só teríamos noticias deles através do nosso esquema de informação montado nas ZA. O Renato teria a tarefa de colocar em todos os ZA o que nos iríamos necessitar ao longo do dia. E posso dizer-vos que fez um trabalho excelente. Tanto que já é conhecido como o "Master ZA", uma espécie de Kelly Slater das ZA's. Não falhou nenhuma em algumas delas conseguiu fazer tubos magistrais, além de beber umas imperiais.

No terreno e entre ZA's seguíamos todos juntos; Nuno; Bruno; Ricardo; Rui e Sílvio (de referir que o Sílvio tem uns óculos espectaculares para este tipo de swell. Que é um swell com muito pó.) 


Nuno Machado e Bruno Espinha a tentar perceber o estado do vento

Antes da primeira ZA, a dos 63 Kms eu e o Bruno Espinha aproveitamos o facto de o vento estar contra ( vulgo "against wind") e aumentamos um pouco o passo. E nesta zona passavamos a pouco mais de 10 minutos do Tiago e do Rodrigo que seguiam no grupo da frente em direcção ao mar.

Lá fomos derivando entre cearas e campos com milhões de girassóis até chegarmos a SERPA.


Como se pode ver o campo estava mesmo "flat"

Voltamos ao terreno atravessamos mais umas quantas zonas de muita água e swell brutal, mas nunca nos distraíamos, o destino era a Zambujeira. 

O Vento continuava "Against" e rapaidamente cruzamos o Guadiana. Desta vez pela ponte. E já quando seguíamos em direcção a Salvadas, ao KM 90 sou picado por uma abelha, bem por baixo da língua. (Acho que tão cedo não haverá fotos minhas de língua de fora). Com a paragem para me recompor e beber a primeira cola do dia. O Ricardo, o Silvio e o Rui voltam a "passar" a rebentação ficam de novo junto de nós no "outside" Alentejano.

E bastaram apenas mais 10 kms para perceber que sou alérgico ao veneno de abelha. Comecei por sentir duas picadas nas pernas, que pensei serem cãimbras, de seguida a língua e o lado esquerdo da cara ficaram dormentes, a pressão no olho esquerdo ficou insuportável e começaram os tremores nas pernas e nos braços e levar a LongBoard (StumpJumper HT 29'er) começou a ser penoso até ser impossível.

Abandonei os companheiros de SurfTrip e o Bruno Espinha fez questão de ficar comigo e avançarmos mais devagar para ver se a coisa se compunha. Obrigado Azul!!! Não deixaste o Bro' a morrer no meio da rebentação. 
E que me lembre mesmo com a companhia do Espinha foram os 14 kms mais penosos que já fiz de bicicleta. Tive mesmo de desistir. Foi a primeira vez que desisti por problemas físicos. Confesso que deixa um amargo de boca. Mas não podia mesmo!



Sílvio Silva e Ricardo Pereira combinam como vão passar a rebentação.

Liguei para o Luís Silva que se meteu com a "Ramona of the Beach" pelo trilho dentro e tal como um verdadeiro nadador salvador me veio socorrer para me levar para a ZA2 de onde passei a ser companhia do Renato no resto da Surf Trip. Obrigado Luís e obrigado Renato.

E obrigado a todos os que se preocuparam em parar para saber como é que eu estava. E de todos os que passaram não houve ninguém que não tivesse parado. Este é o verdadeiro espírito das Surf Trip.

Nos trilhos a luta por um bom "spot" para o melhor "drop" no "pico" da onda continuava e o Tiago e o Rodrigo continuavam na frente e ao km 130 decidiram atacar para seguirem sozinhos até ao final.

O Espinha colou de novo ao três estarolas e seguiu com eles até à ZA3, não sem antes pararem para mais umas minis a pedido do Rui Lima e para que este pudesse dormir um pouco à sombra de um café com a cabeça pousada na mesa.


Ricardo Pereira e Rui Lima antes de atacarem mais uma "sagres mini"

Quando chegamos à ZA3, ficamos na conversa com o Paulo da Tangerina que prestava apoio a todas as bikes sem excepção para que pudessem passar os sets que avizinhavam, e que eram de facto os maiores do dia. O Sérgio Pinho ao chegar a esta ZA informo-nos que o Rui tinha dado uma de local e decidiu dormir a sesta.


Nuno Machado e Renato Ventura discutem o melhor spot perto das batatas fritas da ZA3

Enquanto aqui estávamos ficámos a saber que ao km 208 o Tiago e o Rodrigo já ganhavam 22 minutos à dupla que seguia em segundo lugar.

Nesta ZA e depois da chegada do Bruno, Ricardo, Rui e Sílvio, o Rui decidia que era um bom momento para parar e encontrar melhor swell no banco de trás da "Ivone". Lá arrancamos de novo pelas estradas alentejanas na companhia do Nuno Jales que se juntava na carrinha dos que já não conseguiam remar mais para passar a rebentação.

Nova paragem em Santa Clara a Velha para a ultima ZA desta vez ao Km 211, o Espinha, o Sílvio e o Ricardo passavam bem e com a sensação que o melhor set estava cada vez mais perto. Já só faltava passar por cima de mais umas quantas ondas e depois remar até ao final na Zambujeira para o merecido tubo.

Na ZA de Santa Clara a animação e boa disposição do Staff continuava, e os atletas iam seguindo cada um da melhor forma que podia. Até ao final de mais esta prova de superação.

Nós arrancamos também para o nosso ultimo troço antes de ver o mar, com o Renato a tomar conta do leme seguimos para o momento do dia. A chegada à Zambujeira do Mar.

O Tiago e o Rodrigo já tinham chegado e tinham vencido esta duríssima prova, demoraram cerca de 11 horas para completar os 251 kms de prova.

Rodrigo Machado e Tiago Silva erguem o troféu do EOX240 que é igual a ser o Wave Master


E pouco passava das 20h20 minutos quando chegavam os outros parceiros de Surf Trip. Ao fim de 14h e 20 m o Bruno, o Ricardo e o Sílvio cortavam a linha de chegada e percebiam que o Swell da Zambujeira já estava baixo e que não havia condições para 


Bruno Espinha e Sílvio Silva explicam como tinham aproveitado o set para chegar mais cedo.

Empacotamos as bicicletas e dentro da "Ivone" voltamos para Lisboa para deixar o Tiago e o Rodrigo e fazermos uma jantarada no McDonalds da 2ª Circular. Depois seguir para Torres onde fechamos a "Ivone" às 4 da manhã. Era hora de descansar e de sonhar com o swell perfeito do Dia seguinte.

Para muitos esta é de facto a Surf Trip mais estranha do Mundo, mas para mim foi uma:
BIKE TRIP DO TAMANHO DO MUNDO.

Obrigado a todos os que estiveram no EOX240 a organizar ou a participar porque sem eles este relato era impossível.

Um abraço e pedalem muito

Nuno Machado
EPIC RIDER"

 

Boas pedaladas.


Publicado por Eupedalo às 10:10
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 14 de Junho de 2011

Movefree marca presença no BTT Bombarral – Trilhos da Pêra Rocha

 

No passado dia 12 de Junho realizou-se no Bombarra,l mais uma edição do Passeio BTT – Trilhos da Pêra Rocha, levado a cabo pelos  BTT Trilhos da Pêra Rocha, uma secção dos Bombeiros Voluntários do Bombarral.

Num dia muito agradável para pedalar, juntaram-se mais de 200 participantes, que percorreram alguns dos melhores trilhos e caminhos rurais propícios à prática do BTT.

 

 

 

As paisagens fantásticas a par do clima soberbo que se fez sentir foram factores de motivação acrescida para os participantes pedalarem com ânimo ao longo de 30km de trilhos do passeio ou, para outros, 60km da maratona.

O paddock MoveFree localizado numa zona previlegiada da Vila recebeu os participantes de forma acolhedora e convidativa.

 

 

A convite dos prestáveis colaboradores MoveFree, como é habitual, junto do camião de Eventos os participantes puderam usufruir de um serviço de test-bike, tendo a oportunidade de experimentar alguns dos diversos modelos das nossas bicicletas de teste Specialized.

 

A par da possibilidade de desfrutar desta experiência, a MoveFree disponibilizou ainda, gratuitamente, isótonicos CarbBOOM e cafés NOVO DIA, que puderam ser saboreados nos momentos que antecederam a partida e no retorno dos atletas.

 

 

Ao longo dos trilhos, com marcação bem visível os participantes puderam apreciar as paisagens estonteantes que a região do Bombarral tem para oferecer.

Ppara aqueles que tiveram necessidade de afinar as máquinas ao longo do trajecto, a MoveFree disponibilizou ainda um serviço de mecânica rápida localizado nos 2 abastecimentos do percurso.

 

Depois de devidamente refrescados, bikes lavadas e banho tomados, os participantes tinham à sua espera um repasto abastado e cheio de sabor, como já vai sendo um habito na região Oeste.

 

 

Deixamos agora o comentário de um participante divulgado no Forúm BTT:

 

“Boa noite,
Pelo segundo ano consecutivo participei na maratona organizada pelos Trilhos da Pêra Rocha e como seria de esperar, voltei a adorar a maratona. A organização voltou a mostrar que consegue oferecer um percurso muito divertido (os trilhos estavam fantásticos k loucura!!!!) Boas marcações, abastecimentos só parei num, mas pelo que vi tinha de tudo qb. Barras, frutas, aguas, queques e sais, mais que suficiente. Partida a horas e sem confusão. Durante todo o percurso existiam varias pessoas a tirar fotos e alguns a filmar.”
Gostaria de agradecer a organização pela simpática e agradável recepção na chegada aqui do alentejano!!!!! Para quem nao teve possibilidade de vir fazer este maravilhoso passeio vou colocar o track do gps no garmin connet com o nome de maratona bombarral 2011
MUITOS PARABENS à organização e continuem com o excelente trabalho!”

 

A MoveFree deixa também os parabéns à organização pelo excelente trabalho desenvolvido, que em muito promove a prática do BTT na região.

 

Boas pedaladas!


Publicado por Eupedalo às 14:57
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 7 de Junho de 2011

Raid Faískas BTT - 5 de Junho de 2011

São Mamede da Ventosa foi uma vez mais o palco para um evento com o carimbo dos Faískas BTT.

 

 

Num dia solarengo e abafado, marcado pelas Presidenciais 2011, foi com ânimo e boa disposição que os Faískas receberam as cerca de duas centenas de BTTistas, que uma vez mais aguardavam ansiosos os já conhecidos trilhos da região.

 

 

Como patrocinador exclusivo na área das bicicletas, a MoveFree esteve presente a apoiar mais uma edição do Evento.

Ao som de boa música ambiente, todos os participantes puderam visitar o Paddock MoveFree, saborear o belo café NOVO DIA, e repor energias com os isotónicos CarbBOOM!

A par de tudo isto poderam desfrutar da habitual oferta de bicicletas de teste, nomeadamente as rodas 29, que são  do serviço de test-bike bem como de serviço de mecânica gratuito.

 

 

Com dois percursos, um de 40 Km e outro de 60 Km, os atletas puderam optar pelo trajecto que mais se adquava às suas caracteristicas fisicas.

Terreno exigente do ponto de vista fisico e técnico, com bastantes subidas e descidas e os já habituais singletracks fizeram as delícias dos participantes mais ousados. Ao longo do percurso, nas 2 zonas de abastecimento, os atletas puderam contar com apoio mecânico MoveFree, bem como repor energias e refrescar-se. Todos aqueles que prosseguiram em ritmo de passeio puderam ainda apreciar as fantásticas paisagens da região que compensavam o ardúo esforço até à chegada à zona de meta.

 

 

Ao cruzar a linha da meta os atletas puderam ainda desfrutar de um serviço de Massagens prestado por terapeutas da FEEL.

 

O 1º lugar dos 60km foi conquistado pelo atleta Rodrigo Gomes, atleta patrocinado pela MoveFree, que cruzou a meta com alguns minutos de avanço sobre o 2º classificado.

 

No final o tão esperado banquete tipico dos Faískas. Um repasto abastado que permitiu a todos os presentes repor energias e conviver com um grupo de pessoas que partilha o gosto pela modalidade.

 

A MoveFree dá, tal como aconteceu no ano passado, parabéns à organização.

 

Podem ver as fotos deste evento na nossa página do Flickr.

 

Deixámos agora as classificações das duas provas

 

CLASSIFICAÇÃO 60KM

Open publication - Free publishing - More faiskas btt

 

 

CLASSIFICAÇÃO 40KM

Open publication - Free publishing - More faiskas btt

 

 

Boas pedaladas e até para o ano!


Publicado por Eupedalo às 13:15
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 25 de Maio de 2011

MoveFree no Oestebike – O Rescaldo

Decorreu nos passados dias 20,21 e 22 de Maio a Oestebike.

 

Como não poderia deixar de ser, a MoveFree marcou presença com toda a sua estrutura logistica, tendo um papel de destaque. Desde a escolha dos trilhos da Maratona e da Meia Martona, passando pela marcação do terreno e apoio técnico nas zonas de abastecimentos a MoveFree procurou dar o seu contributo a este promissor evento colocando à disponibilidade da organização todo o seu know-how.

 

 

Marcando presença com a estrutura logística do Camião de Eventos, a MoveFree proporcionou aos participantes várias bicicletas de teste, incluindo Epics de roda 29,  bem como de usufruir de um serviço de mecânica no local.

Tudo isto foi possível no paddock MoveFree, onde os participantes e visitantes podiam desfrutar de isotónicos CarbBOOM e saborear o belo café NOVO DIA!

 

 

A maratona contou com um acumulado de altimetria de 2.091m e com uma distancia de sensivelmente 88km, já a meia maratona teve um acumulado de altimetria de 1.178m e aproximadamente 44km de distância. O circuito traçado em formato de 8 permitiu aos participantes percorrerem as belas paisagens da zona oeste, pedalando por trilhos exigentes do ponto de vista físico e técnico, animando também a zona da meta.

Com esta logística os atletas puderam serem apoiados pelos espectadores que estavam atentamente posicionados na zona de meta para verem os atletas terminar o desafio ou prosseguir para a zona dos 90km.

 

 

Na Meia Maratona o atleta Rodrigo Gomes com o frontal 774 fez jus ao apoio que a MoveFree lhe dá cruzando a linha de meta em 1º lugar com o fantástico tempo de 1:55:35.

Já na Maratona o 1º classificado foi Edgar Anselmo com o frontal 732 e o tempo de 3:53:40.

 

À chegada os atletas podiam desfrutar de um serviço de massagens de excelência localizado na zona de meta.

 

A MoveFree, como representante oficial da marca Specialized, preparou um imponente Stand com uma área de exposição de cerca de 200m2, onde estavam expostas várias famílias de bicicletas, desde as de estrada às bicicletas de montanha, passando pelas tão faladas roda 29.

 

 

No final o saldo do evento foi bastante positivo, contando com 720 participantes na maratona, 140 participantes no passeio de cicloturismo; 20 participantes no passeio pedestre e cerca de 3500 visitas ao longo de 3 dias de exposição.

 

 

Fica aqui o comentário de um participante da maratona que passamos a citar: “Gostei bastante desta prova. Acho que a organização esteve a um nível bastante bom. Speaker, partida a horas, controlo zero, marcação excelente, altimetria como deve ser, boas ofertas, balneário em condições, etc. Este tipo de organizações embora tenha um preço um pouco mais elevado, faz uma diferença enorme para outras organizações amadoras!

O percurso era difícil, quer técnica, quer fisicamente. Mas isso faz parte do BTT e acho que assim o sabor final é ainda melhor.
Cumprimentos e até para o ano.”

 

Boas pedaladas


Publicado por Eupedalo às 12:50
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 4 de Maio de 2011

TRANSPORTUGAL 2011

 

Aqui transcrevemos um texto do Nuno Machado, da equipa MoveFree, sobre a nossa participação no Transportugal 2011.

 

"O TRANSPORTUGAL 2011 está nos trilhos!!!

Começou no passado dia 29 de Abril a 9ª Edição desta prova mitica do calendário do BTT mundial, que liga Bragança a Sagres por trilhos apenas circuláveis com a Bicicleta de Todo o Terreno (BTT)

Mais um ano onde cerca de uma centena de atletas vão tentar completar os cerca de 1.200 kms e mais de 22.000 mts de acumulado de subida, em 9 etapas e sempre guiados por GPS.

Quem arrancou para esta dura prova por etapas foi o Bruno Espinha do TEAM MOVEFREE.

O atleta de Torres Vedras que nesta momento, e decorridas 3 etapas, se encontra no 12º lugar, está a superar os desafios até aqui colocados. E por entre estradões, subidas, descidas técnicas tem levado a sua bicicleta de roda 29 a completar cada uma das etapas já disputadas.

Pelas palavras do próprio " a escolha não podia ter sido mais acertada, e trazer uma 29er para estes trilhos tem provado ser o melhor para este tipo de prova. E a Specialized Stumpjumper S-Works está a cumprir em cada metro de prova"

 


FOTO: AGNELO QUELHAS

Depois do dia de ontem ter levado os atletas até à Unhais da Serra, com muita subida pelo meio e passagem pela Serra da Estrela, o dia de hoje promete ser mais calmo, mas não me parece que a chegada a Monfortinho se faça sem esforço.

Para já o Bruno continua a pedalar e contente, pelo que os próximos dias se esperam de manutenção dos bons resultados.

Mais informações em http://www.trans-portugal.com

Um abraço e pedalem muito

ou como diz o Bruno

Saudações Desportivas

 

Nuno Machado
EPIC RIDER"

 

Boas pedaladas!


Publicado por Eupedalo às 13:54
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 30 de Março de 2011

Maratona de beneficiência em Sobral de Monte Agraço

Realizou-se no passado dia 27 de Março a Maratona de Beneficiência em Sobral de Monte Agraço.
Este evento contou com 380 participantes que se dividiram em 2 percursos BTT de 30 e 60 Km e com 150 participantes no passeio pedestre, sendo, portanto, um verdadeiro sucesso em termos de participação e onde imperou o convívio entre todos aqueles que marcaram presença!
 


De salientar os excelentes trilhos de BTT, muito apelativos e bonitos (especialmente os single tracks), apesar das condições climatéricas que antecederam a prova terem causado alguma lama que veio acrescer o grau de dificuldade, muito bem marcados e com passagens impecavelmente sinalizadas. Toda a organização está de parabéns pela sua simpatia, disponibilidade, rapidez e eficiência.
 

 
Tal com anunciado, a MoveFree esteve presente com toda a estrutura do camião de eventos, com os seus colaboradores especializados, sempre prontos a ajudar todos aqueles que necessitassem de assistência. Como já vem sendo habitual, as bicicletas de teste disponibilizadas, especialmente as novas roda 29, fizeram a delícia dos participantes, bem com oos cafés Novo Dia e isotónicos CarbBOOM! que disponibilizamos gratuitamente.
 

 
 
 
Aqui vos deixamos o comentário de Francisco Xavier, cliente da MoveFree que participou neste evento.
 
"Viva,

Muito bem organizado com trilhos muito bem escolhidos - vistas espectaculares, sem existirem os muito técnicos.
Pena a chuva de véspera, mas mesmo assim a kilometragem que na generalidade foi feita montados/apeados foi muito boa para as condições de lama!
 
Quero agradecer ao colega que generosamente me cedeu um elo rápido, pois doutro modo a minha prova teria terminado perto do 1º abastecimento com a corrente partida.
 
Sabem se o colega intitulado FotoBikers, que tinha sugerido (no anúncio da prova) levarmos uma "pen" para trazermos umas fotos do passeio, se de facto as realizou?
 
Tentei informar-me, mas só dei conta de um fotógrafo pela organização e do simpático pessoal da MoveFree. Venham as fotos e as "MoveFotos"!
 
Por fim o "melhor" - o troféu (cerâmica pintada), lindo e cheio de simbolismo, um exemplo que muitos organizadores deveriam aderir. E a causa que representa, que no fundo foi o melhor da prova!"
 
 
Orgulhosos de também termos podido ajudar na realização de um evento que a todos deixou satisfeito, esperamos pelo próximo ano para voltarmos a repetir a nossa presença. Aproveitando para informar o Francisco Xavier e todos os outros, que as fotos se encontram na pasta "eventos" do nosso Flickr em http://www.flickr.com/eupedalo
 
Boas pedaladas!


Publicado por Eupedalo às 17:08
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

SUBSCREVER FEEDS

ACERCA

Este é o blog da MoveFree. Um blog dedicado a todas as pessoas que pedalam, dos profissionais aos amadores, dos que competem em cima de uma bicicleta aos que gostam de dar umas pedaladas com a família e amigos. Um blog inclusivo e que se compromete a partilhar noticías e informações dedicadas ao ciclismo, à natureza e sustentabilidade.
Eu Pedalo on Facebook

TAGS

2011

24h

24h of exposure

aldeias sos

amigos do pedal

ana galvão

andré egreja

apoio movefree

atleta movefree

audace

avalanche

bicicletas

bike performance center

bikesharing

bmc

brasil ride

bruno espinha

btt

c.o.o.

campanha

campanhas

campeão europeu

cape epic

ciclovias

codigo da estrada

competição

criança

david rosa

dolce vita tejo

downhill

ecologia

enduro series

equipas

estrada

eventos

festival bike

filomena gomes

fórum sintra

forum sintra

freestyle

iceland luso expedition

inovação

itinerários da memória

joana marques

joão barbosa

lisboa

lousã

mafra

mafra btt

malandros btt

maratona de sintra

maratonas

master class

metralhas btt

moda

motovedras

movefree

movefree factory team

movefree/shimano

movefree_

natal movefree

nuno machado

oestebike

oribtt

pardal

passatempo

passeio movefree

passeio nocturno

passeios

passeios de loja

passeios nocturnos

patagonia luso expedition

paulo guerra dos santos

pedro dias

pedro duque

pedro maia

produtos

promoções

raid btt

ribamar

ricardo mendes

rockhopper sl

são martinho

saúde

scott

scott scale 900 rc

segurança

sintra

site movefree

solidariedade

specialized

stumpjumper ht

tapada nacional de mafra

test bike

torres vedras

transalp

treinos

triatlo

tutorial

urbano

todas as tags

ARQUIVOS

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

LINKS