Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

Test Bike - Specialized Epic Comp 29"

A Filomena Gomes, conjuntamente com o Ricardo Mendes, pedalou do Chile até à Patagónia, numa expedição cujo objectivo ( cumprido!) foi de angariar fundos para a Operação Nariz Vermelho. Com o apoio da MoveFree, a Filomena realizou a sua viagem numa bicicleta Epic Comp, roda 29" e aqui ficam as suas impressões acerca desta bicicleta:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Utilizadora:  
Filomena Gomes. 13 anos de experiência de bicicleta, de viagens em autonomia há 6 anos. Actualmente, possuo uma Epic SWorks de 2008. Não ando com grupos definidos, mas sim com amigos variados e companheiros de equipa (equipa de Corridas de Aventura, Triatlo/Duatlo, OriBTT). Fui Finisher na TransPortugal Garmin 2007 (única portuguesa até agora) e Finisher em 2 Ironman. Os meus percursos e andamentos preferidos são quanto mais longo melhor! Por isso privilegio travessias e provas por etapas, em ambientes naturais e paisagísticos agradáveis. Eu pedalo para viajar!

 

 

Tierra del Fuego 

 

Bicicleta de teste: 

SPECIALIZED EPIC COMP 29er, entre Novembro e Dezembro de 2011, na Patagónia (Chile e Argentina), com o Ricardo Mendes, numa viagem de 2200kms em autonomia, a favor da Operação Nariz Vermelho.

 

  
Tipo de terreno, andamento, topografia, estado do terreno:

Rípio (mistura de terra batida com gravilha). Andamentos moderados em ritmo de travessia mas em longas quilometragens diárias (entre 100 a 150kms/dia). A topografia é muito variada, com montanha (Andes) mas também estradões. O piso é em geral mau, encontrando-se muito deformado pelo contínuo rodado dos jipes e camionetas que circulam a grande velocidade nas únicas estradas daqueles dois países.

 

 

Torres del Paine 

 

 

Look and feel da bicicleta:

Estética harmoniosa e atraente. Suspensão dianteira Rock Shox Reba RL 29, Amortecedor Fox Brain, desviador traseiro 10 vel. SRAM X9, desviador dianteiro e manípulos SRAM X7, crenques SRAM, pedaleiro duplo Truvativ, travões Avid Elixir 7.

 

Experiência de utilização.  
Quando me sentei na bicicleta senti-me logo muito bem. O Tamanho e "encaixe" na bicicleta surpreendentemente adequados. Inicialmente, a bicicleta é surpreendemente ágil,  ao contrário do aspecto que induz em erro por parecer grande, apesar de ser tamanho S. A bicicleta, logo nas primeiras edaladas, quer rolar, é nervosa e dinâmica, parece pedir um utilizador exigente. Comporta-se sempre à vontade em qualquer tipo de terreno. Não se nota nenhuma desvantagem clara e é multifacetada. A rolar, está como peixe na água. A Epic 29" representa uma clara vantagem, a nível de andamento e de conforto acrescido, em pisos rolantes e planos. E, em subida, é surpreendemente boa! O peso derivado de uma roda maior não a penalizam minimamente, antes pelo contrário. A bicicleta sem alforges vence com  maior facilidade qualquer subida íngreme. Com alforges e peso acrescido, sobe na mesma devido à mais-valia de um diâmetro de roda maior. Em descida é excelente, passa por cima de qualquer obstáculo a grande velocidade pois a roda 29 dissipa imenso qualquer irregularidade no piso, permitindo assim atingir grande velocidade nas descidas. A utilização da bicicleta em trilhos técnicos é moderada, mas foi condicionada pelo facto de a bicicleta ter montados uns alforges que condicionam a agilidade nos trilhos. As oportunidades de fazer single tracks foram escassas, mas a bicicleta comporta-se à altura mesmo com alforges. Sendo uma roda 29,  é maior e um pouco mais pesada, mas é extraordinariamente manuseável tendo em conta esses 2 factores. É justamente o ponto de equilíbrio ideal.

 

 

No Estreito de Magalhães 

 

Componentes:

Todos os componentes se comportaram à altura, apesar de termos alterado os pneus que equipavam a bicicleta de origem (conjunto Fast Trak S
Works + Renegade Control) que, embora bastante aderentes e rolantes, foram substituídos por 2 Captain Tubeless especialmente para o piso de rípio. O comportamento da bicicleta fica bastante diferente com estes pneus no alcatrão, em que se nota a direcção mais pesada e menos ágil (as câmaras de ar anti-furo também eram mais pesadas). Uns Fast Track Control ou Renegade Control, ou outro pneu misto, não demasiado liso mas também não demasiado cardado, são os pneus ideais para equipar esta bicicleta.

 

A suspensão dianteira Rock Shox Reba RL tem um comportamento irrepreensível, amortecendo o suficiente, mesmo sendo apenas
80mm, mas nunca bombeando mesmo pedalando de pé. É uma suspensão suave, não tendo sido sequer necessário reforçá-la com ar, apesar de transportar uma bolsa no guiador com mais de 2kgs.

 

O amortecedor FOX BRAIN é o que mais se destaca em todo este conjunto, nestas condições. É um amortecedor em que se pode ter
confiança cega. Mesmo transportando mais 8kgs de bagagem acoplada ao espigão do selim, o amortecedor (com o SAG ajustado ao peso) não dá sinais de fadiga ou mau funcionamento. Faz o trabalho que lhe é característico e que o distingue de todos os outros existentes no mercado: amortece quando encontra irregularidades/obstáculos, mas não bombeia minimamente, nem penaliza o
comportamento da bicicleta carregada como estava. Antes pelo contrário, é o  componente que a torna diferente e que motiva a escolha de uma suspensão total para uma viagem em autonomia.

 

Um conjunto muito equilibrado para a bicicleta em questão, e uma boa escolha de componentes. Para além dos componentes já referidos, o pedaleiro duplo e as 10 velocidades resultam muito bem, facilitando umas mudanças rápidas e mais simples, sem ter de pensar muito.

 

Esta bicicleta é perfeita para:

Utilizador em busca de conforto mas numa bicicleta preparada para tudo, sobretudo eventos de endurance. É uma bicicleta polivalente, rápida e ágil, e por isso uma grande aposta em competição, mas sem nunca descurar o conforto, o que a torna a bicicleta ideal em eventos mais longos - Maratonas, provas por etapas, viagens.

 

Avaliação final:

Excelente. Não há comentários que possam transmitir o conforto de uma Epic, ainda para mais com uma roda 29, que a torna ainda mais confortável. É preciso conhecer a Epic para saber do que falo. Da mesma forma, é preciso experimentar uma roda 29 para se tomar consciência da sua agilidade e mais valia, e assim desmistificar a ideia pré-concebida de que a bicicleta não poderá ficar muito diferente das outras, ou de que fica grande demais! Quem experimentar, deixará de ter esta opinião!

 

 Nos andes!

 

Passe pelas Lojas MoveFree para conhecer a nova Epic Comp 29" e descobrir se esta é a bicicleta perfeita para o seu tipo de utilização!

 


Publicado por Eupedalo às 11:57
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2011

Feliz Natal com a MoveFree e a Specialized!

 

Um feliz Natal e umas boas entradas são os desejos da equipa da MoveFree e da Specialized Portugal!

 

Pedalem muito!

 

 


Publicado por Eupedalo às 18:18
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

Rebel Jam - Report, por Pedro "Gralha" Dias

"Fomos recebidos pela holanda por um frio “esquisito”, mas nada que um belo casaquinho não resolvesse! Já era noite quando peguei na minha P.20 para descobrir a cidade e os melhores spots urbanos a cidade de Eindhoven nos oferecia, mas o melhor ainda estava para vir! No dia seguinte, sexta-feira, assim que chegamos ao pavilhão da Rebel Jam, demos logo conta que iria ser um fim de semana bem poderoso! As rampas já estavam a levar o seu devido uso com riders como Mark Webb, Corey Martinez, Harry Main… e estava na hora de colocar o meu capacete e protecções Pro-tec e reconhecer o park.

 

Rebel Jam / Defgrip Edit from Defgrip on Vimeo.

 

 

Tal como era de esperar, as rampas eram fenomenais, do melhor e maior que já andei ate hoje, nada que 15min de andamento não resolvesse… Sábado de manhã acordamos todos impacientes com a chegada do evento, pegamos nas bikes e seguimos em direcção a klokgebouw, o edifício do evento. Muito público a assistir e ainda mais riders a encher o park. Estava um pouco confuso de se pedalar, mas a “pica” era tanta… Entretanto
começam a ser chamados os riders, tínhamos direito a uma Run de 60 segundos…

 

Após 42 Riders ouve-se o speaker dizer ‎'' And from the sunny portugal comes Pêdroh Diaz ” e aí dei conta que estava na altura de mostrar o que sabia! Durante 60 segundos as rampas foram só minhas!! A minha Run saiu sem espinhas: backflip, tail-whip, 360º, turndown iam saindo fluentemente, mas o meu nível, comparativamente aos restantes adversários, era bastante baixo, reflectindo-se no resultado de 84º em 92º riders presentes. Resultado à parte, o simples facto de eu e os meus colegas termos estado a pedalar lado a lado com os melhores Riders a nível mundial num park com este nível foi realmente o Highlight desta viagem!! Que venha a próxima REBEL JAM!"

 

- Escrito por Pedro Dias.

 

 

VANSrebeljam 2011 – Building BMX History from Vans Europe on Vimeo.

 

 


Publicado por Eupedalo às 10:51
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

Diário de Viagem da Patagónia Luso Expedition - Tierra del Fuego: a aventura continua

"A Patagónia não se esgotou no Chile. Na Argentina, a região PATAGÓNIA inclui a provincia da Tierra del Fuego. No dia em que começamos a pedalar, está um dia perfeito nesta ilha encantada: sente-se mais o sol do que o vento e isso é óptimo para a nossa moral. A ilha surpreende pelo verde e pelo relevo, ligeiramente acidentado, que quebra a monotonia dos largos horizontes.

 

 

 

Apenas tínhamos previsto 100kms, mas Onaissin não era mais do que uma estância muito solitaria, e por isso fomos obrigados a seguir para Cameron, onde chegamos esgotados por mais um longo dia. Daqui para o Lago Blanco, a chuva não dá treguas. Uma casa abandonada serve-nos de refúgio para trocar de roupa, beber algo quente e ficar por um bocado. Ao aproximarmo-nos do Lago Blanco, famoso pela pesca de truta, entramos num fabuloso bosque de “lengas”, um ecossistema único no coração da Tierra del Fuego.

 

 

Avistamos a Hosteria e só de olhar dá para perceber a exclusividade deste local. Agora temos dinheiro, mas nao é suficiente... Desesperamos, dialogamos, e equacionamos as variáveis. “No pasa nada”, o proprietário ajusta o preço a nossa medida. Mas dele também recebemos a notícia de que o Paso da Bela Vista, a fronteira para a Argentina, esta intransitável. Isto significava recuar no minimo dois dias. Impossível. Mais uma vez, “no pasa nada”. Não sabemos se será da latitude, da sorte ou da coincidência, mas o Sr. Alfonso tem de se deslocar para lá amanhã, e temos boleia garantida. Cada vez nos encanta mais a expressão “Que les vaya bien”. Vamos ter saudades deste país que não é o nosso.

 

 

No vigésimo dia da nossa viagem, já em solo argentino, de Rio Grande para Tolhuin, escolhemos sair do conforto do alcatrão outra vez e seguir pelo rípio ate ao nosso destino, bem no interior desta ilha. Em Tolhuin, na padaria “La Union”, local de encontro de ciclistas de todo o mundo, somos convidados a entrar e a ficar. Eis-nos no último dia, rumo a Ushuaia e ao fim do mundo. O que pensávamos vir a ser um dia mais fácil, revelou-se, como sempre aqui na Patagónia, mais um duro dia em cima do selim. Alcançamos, por fim, Ushuaia, a cidade mais austral do mundo. Tudo o que passámos, tudo o que sofremos, mas também tudo com que nos deliciamos, nao é condensável num parárafo. É preciso conhecer para opinar; é preciso visitar para assim não olvidar; É PRECISO PEDALAR PARA VIAJAR!

 

 

EPÍLOGO: Se fecharmos os olhos e imaginarmos um lugar, voltamos à Patagonia. Continuaremos a viajar porque precisamos; porque a bicicleta torna todas as viagens possíveis; torna-nos mais humanos e o mundo nao fica mais pequeno; fica, sim, mais real. RICARDO e FILOMENA P.S. A nossa principal motivação, desde o primeiro dia, foi saber que o valor ambicionado para doar a ONV foi plenamente alcançado no dia em que começámos a pedalar... Assim, nenhum quilometro foi em vão."

 

- Ricardo Mendes e Filomena Gomes, da Patagónia Luso Expedition.


Publicado por Eupedalo às 13:38
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Masterclass MoveFree Preparação Maratonas

Masterclass MoveFree "preparação para maratonas", com Pedro Maia!

- Aprenda a estruturar os seus treinos tendo em conta as suas capacidades, possibilidades e objectivos seja em lazer ou competição e isto sem interferir com a sua vida familiar, profissional e social.

- Saiba o que é que tem que fazer para se preparar em termos de treino, equipamento e nutrição antes, durante e depois de uma prova de resistência.

- Fique com as noções básicas da metodologia de treino que o vai levar a aumentaras suas prestações de uma forma eficaz e sem ocupar muito tempo tendo para isso só que abdicar de alguns prazeres mas nunca das suas responsabilidades.

 

Data e hora: 04 Fevereiro- 14H30

Local: Escola Internacional de Torres Vedras

Inscrições limitadas a 100 participantes, até ao dia 31 de Janeiro

Valor da inscrição: 19€

Inscrições nas lojas MoveFree ou no nosso site ( informações em http://www.movefree.pt/pt/catalog/eventos/masterclass-movefree-preparacao-maratonas )

 

 

 

 

Conteúdo do workshop:

 

14:30 Abertura e Acreditação

 

15H00 1ª Parte da Palestra
- Como auto-analisar as suas capacidades físicas

- Esquematização do treino conforme as capacidades, possibilidades e objectivos pessoais. Actividades complementares.

 

17H00 Cofee-break

 

17H20 2ª Parte da Palestra

- Integrar os treinos na Periodização anual

- Preparação final para uma prova

- Conceitos de nutrição no dia-a-dia e para antes, durante e depois dos treinos e provas

 

19H20 Intervalo

 

19H30 Debate de questões – perguntas e respostas.

 

20H00 Encerramento e entrega de Certificados

Inclui Manual

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Orador:

 

Pedro Maia

- Campeão Ibérico de Masters do Troféu PTopen XCR em 2010.

- Diplomado pelo Marymout College de nova York ( Fitness Extension L.P.Aerobic School - 1986 ), especializado nas seguintes vertentes:

- GREG LEMOND CYCLE COACH Treinador (2000)

- Schwinn® indoor Cycling Coach (2003)

- Spinning® instructor (2005)

- Spinning® Master Trainer (2007)

- Curso de Suporte Básico de Vida

 

 


Publicado por Eupedalo às 01:06
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011

2ª edição do CHALLENGE BTT DE PORTUGAL - resumo

Foi no dia 12 de Dezembro  que decorreu a 2ª edição do Challenge BTT de Portugal, onde mais de 1.000 ciclistas pedalaram por uma boa causa, tendo o BTT Clube de Portugal conseguido angariar 5.160 USD para doar à Fundação Lance Armstrong na luta contra o cancro a nível mundial.

 

 

O percurso de 40km, que não apresentava grandes dificuldades de natureza técnica, cabou por ter um maior nível de dureza física, fruto da chuva que caiu na véspera e no domingo de manhã e que enlameou algumas zonas do percurso dificultando nesses locais a normal progressão dos ciclistas. Rodrigo Gomes, em representação da MoveFree foi o ciclista mais rápido com o tempo de 1h24m14s sendo secundado por Aurélio Marcão (1h 27m 02s) e Marco Almeida (1h27m06s).

 

 

Destaque especial para a presença de Marco Chagas (Vencedor de 4 Voltas a Portugal em Bicicletas) e David Rosa (Tricampeão Nacional de XCO – Cross Country Olímpico) ambos a participarem em ritmo de passeio dentro do verdadeiro espírito do evento: "Pedalar por uma boa causa".

 

Para Ana Félix (Presidente do BTT Clube de Portugal), a vila de Salvaterra de Magos está definitivamente confirmada como local de eleição na rota dos grandes eventos de BTT em Portugal na medida em que, na conjuntura actual que o país atravessa ter este nível de adesão com participantes de todo o país é um sinal inequívoco do prestígio do evento e das excelentes condições naturais que existem no concelho para a prática do BTT. Apesar das dificuldades cada vez maiores em arranjar apoios para este tipo de eventos, o clube já está a pensar na 3ª edição em Dezembro de 2012 pois o feedback dos participantes foi extraordinário e extremamente gratificante para o trabalho que o clube desenvolveu durante todo o ano em prole desta causa constituindo um incentivo muito importante para a continuidade do projecto, que este ano teve os apoios da Delta Q, MoveFree, Revista Biking Aventura, SIXT, Creative Minds e Câmara Muicipal de Salvaterra de Magos.

 

 

A estrututa logística da MoveFree agradece também o apoio da CarbBOOM! e dos Cafés Novo Dia.


Publicado por Eupedalo às 23:58
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

Diário de Viagem da Patagónia Luso Expedition - do Parque Nacional das Torres del Paine até ao Estreito de Magalhaes

"Pela primeira vez em toda a nossa viagem seguíamos para norte. A direcção era o Parque Nacional das Torres del Paine para aí ficar junto de um dos seus muitos lagos existentes. Entramos no Parque como Liliputianos. Paredes de granito com mais de 2000 metros dominam a paisagem e todas elas são fustigadas pelo vento. A determinada altura, as pernas já nao respondem, a pulsação dispara, e só queriamos chegar ao nosso destino para acabar esta tortura física. No entanto, a Patagónia chilena tem muitos recursos capazes de nos parar ou congelar no tempo. Temos acesso a momentos de rara beleza quando cruzamos todos estes fiordes patagónicos. Ainda cansados, absorvemos cada pormenor, cada cor, cada relevo.

 

 

 

Não conseguiremos colocar tudo no papel, não conseguiremos lembrar-nos de todos os detalhes para mais tarde contar no nosso país. Nao tem importância, somos testemunhas deste tempo. Enquanto pedalamos, vamos tentando registrar o que vemos, porque aqui, o mundo era assim. A caminho do estreito, a “brisa” constante que soprava do Pacifico mantém-nos melhor acordados que uma boa caneca de café. Transidos de frio, seguíamos congelados para entrar neste dia na terra de Magalhães. Faz tempo que vemos esvoacar ao vento a bandeira que tem este nome. Eles sentem orgulho, nós também.

 

 

Bem cedo - com os neurónios dormentes do frio – ainda percebemos que iria ser um dia de puro alcatrão.Com tanta adversidade, era importante ir relembrando porque pedalamos. Ao longe, bem longe, um morro quebra o horizonte. Era Morro Chico. Olhando o GPS e o mapa, nao acreditava que tudo se resumia a 2 casas e 1 estaleiro de obra. Aqui é mesmo assim, estamos na Patagónia, já estamos habituados. Abrigados, tentamos comer algo mas somos alvos de uma curiosidade imensa. Pouco conversador e cheio de solidariedade, um cozinheiro chileno convida-nos a entrar para tomarmos algo que nos aquecesse. Com energia extra, fomos tentar arranjar abrigo muitos quilómetros mais a sul. Estava completo o único alojamento da villa Tehuelces. Só nos lembravamos, de que vale ter dinheiro se nao há nada para comprar nem conforto para se ter? A nossa vontade é da força deste vento. Só as palavras a conseguem imortalizar.

 

 

A estepe, quase infinita, ondulava e nada mais conseguíamos ver. Há muito que havíamos perdido as referências e a noção dos dias. O tempo deixa de fazer sentido. Colados ao Estreito de Magalhães, vamos avançando a conta gotas até Punta Arenas. A Patagónia chegou ao fim. Para ser compreendida, ela tem de ser vivida. Há beleza em todos os cantos, há luz e vento em todos os sítios. O barco hoje só parte as 15h30. Estamos numa pequena parte do porto que tem centenas de quilómetros. Temos os pés em terra firme junto à passagem dos 2 Oceanos. Passando o Estreito de Magalhaes, comeca a segunda parte da nossa aventura. Agora na Isla Grande de Tierra del Fuego."

 

 

- Ricardo e Filomena, da Patagónia Luso Expedition


Publicado por Eupedalo às 16:58
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2011

Promoção MoveFree - Hardrock Comp Charcoal/Vermelho

A Hardrock é a bicicleta de eleição para quem procura divertir-se na montanha ou nas selvas urbanas. Ao comprar uma Hardrock Comp de 2011 nas lojas MoveFree beneficiará de um preço convidativo e de oferta de um capacete, conta-quilómetros, grade de bidon e bidon, todo o material que necessita para começar a pedalar já amanhã!

 

A Hardrock Comp Carcoal/Vermelho apresenta um quadro leve e muito estilizado com um preço imbatível. Está ainda mais apta para uma utilização em cross country graças ao quadro em alumínio mais eficiente e leve. É a bicicleta ideal para quem quer desfrutar dos trilhos na montanha e circular depressa na cidade.

 

 

Hardrock Comp Carcoal/vermelho:

 

Preço anterior: 619,90EUR

PREÇO ACTUAL: 495 EUR*

 

Na compra de uma Hardrock Comp Carcoal/Vermelho nas lojas MoveFree, oferecemos-lhe o seguinte equipamento:

- Capacete Specialized Align;

- Conta Quilómetros Sigma BC-400;

- Grade Porta-Bidons Specialized Elite;

- Bidon MoveFree/Specialized

Tudo para que possa começar a pedalar já amanhã!

 

 

*Promoção limitada ao stock existente

 


Publicado por Eupedalo às 10:59
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

SUBSCREVER FEEDS

ACERCA

Este é o blog da MoveFree. Um blog dedicado a todas as pessoas que pedalam, dos profissionais aos amadores, dos que competem em cima de uma bicicleta aos que gostam de dar umas pedaladas com a família e amigos. Um blog inclusivo e que se compromete a partilhar noticías e informações dedicadas ao ciclismo, à natureza e sustentabilidade.
Eu Pedalo on Facebook

TAGS

2011

24h

24h of exposure

aldeias sos

amigos do pedal

ana galvão

andré egreja

apoio movefree

atleta movefree

audace

avalanche

bicicletas

bike performance center

bikesharing

bmc

brasil ride

bruno espinha

btt

c.o.o.

campanha

campanhas

campeão europeu

cape epic

ciclovias

codigo da estrada

competição

criança

david rosa

dolce vita tejo

downhill

ecologia

enduro series

equipas

estrada

eventos

festival bike

filomena gomes

fórum sintra

forum sintra

freestyle

iceland luso expedition

inovação

itinerários da memória

joana marques

joão barbosa

lisboa

lousã

mafra

mafra btt

malandros btt

maratona de sintra

maratonas

master class

metralhas btt

moda

motovedras

movefree

movefree factory team

movefree/shimano

movefree_

natal movefree

nuno machado

oestebike

oribtt

pardal

passatempo

passeio movefree

passeio nocturno

passeios

passeios de loja

passeios nocturnos

patagonia luso expedition

paulo guerra dos santos

pedro dias

pedro duque

pedro maia

produtos

promoções

raid btt

ribamar

ricardo mendes

rockhopper sl

são martinho

saúde

scott

scott scale 900 rc

segurança

sintra

site movefree

solidariedade

specialized

stumpjumper ht

tapada nacional de mafra

test bike

torres vedras

transalp

treinos

triatlo

tutorial

urbano

todas as tags

ARQUIVOS

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

LINKS