Quarta-feira, 2 de Maio de 2012

Abril, provas mil - diário de uma triatleta

"Olá a todos,

 

Como é costume o mês de Abril foi riquíssimo em competições. No total 4 provas em 3 fins-de-semana: um Triatlo e três Duatlos, todos eles provas do Nacional de Clubes. Na entrada para o novo mês, o objectivo era elevar as cores da equipa e assumir a liderança do Campeonato, primeiramente, e depois prova a prova, reforçá-la. Missão cumprida: à data de hoje somos líderes confortáveis tanto em femininos como em masculinos. YEAH!

 

Abril iniciou-se em Quarteira, com um Triatlo, o segundo da época. Como já vos tinha confessado, guardo sempre boas memórias desta etapa: além de adorar a prova em si, costumo sair de lá sempre satisfeita com o meu esforço. Este ano não. Momentos antes do arranque, a família triatleta perdia um dos seus impulsionadores; eu perdia um dos meus mentores. Pela sua bravura e paixão à competição, fiz-me à prova, apática, é verdade, mas com dedicado empenho em homenageá-lo. Saí algo atrasada dos 750metros de natação, em 6º, mas assim que montei na Amira fui recuperando posições até me chegar à 1ª classificada. Foi um ciclismo duro, com muitos retornos e ataques, mas que me correu de feição. Comecei a correr com poucos segundos de vantagem, mas cedo os perdi, acabando no 2º lugar da geral. Ainda assim, fui a 1ª atleta sub-23 na linha de chegada.

 

 

Duas semanas depois, e sem muito mais treino, rumei a Fátima desta feita para um dupla jornada. A cumprir: um Duatlo Sprint (5km/20km/2,5km), no Sábado, e um Super-Sprint (metade da distância), no Domingo.

Na primeira prova, o São Pedro brindou-nos com tudo: chuva, muito vento, frio, granizo; tudo menos sol e calor, quase imperiosos para a modalidade. Surpreendentemente, e pela primeira vez depois de ter contraído uma fractura de stress, corri bem na 1ª corrida, chegando ao parque de transição em 2º lugar, acompanhada de outra atleta. Pegámos nas nossas Amiras com confiança e ambição. Inicialmente percurso era algo perigoso, mas depois, excepção feita para os apertadíssimos retornos, pouco mais dificuldades havia. Perto do meio do segmento, chegámos à 1ª atleta e até final rolámos as três juntas, adiando a decisão até à corrida que, dessa feita, não me saiu nada bem. Acabei novamente a poucos segundos da atleta que seguia à minha frente, em 3º lugar. Mais uma vez, venci as sub-23. No Domingo, era a vez da prova por estafetas, em que cada elemento (num total de 3) tinha a cumprir um mini-Duatlo. A grande velocidade, estas provas são sempre feitas com “alma na guelra e sangue na boca”. A mim cabia-me a posição complicada de ser o 1º elemento da equipa, aquele que não pode mesmo “enterrar”. Apesar da prova do dia anterior, as pernas reagiram muito bem. Mais uma vez, aproveitei os 8km de bicicleta para recuperar a minha má forma da corrida e entregar o testemunho em posição não-compromedora.

 

 

A quarta, e última, prova foi na nossa “casa-mãe”, Torres Vedras; mais uma vez um Duatlo mas agora na distância Standard (10km, 40km, 5km). Nunca tinha competido nesta distância: Duríssimo! Aqui a corrida inicial não me correu nada bem e não cumpri com o que me competia: marcar a 1ª atleta da equipa adversária. Sem stress; nada estava perdido. Montei-me na Amira de forma muito atrevida. Sabia que dificilmente aguentaria aquele ritmo durante todos os 40 km, mas era um esfoço fulcral, senão teria de andar o resto do segmento em luta solitária contra o vento. Agarrei o grupo da frente e depois já nele, deixando as restantes adversárias para trás, juntei-me à 2ª classificada. E se nesse dia eu estava ciclista; o meu ego crescia a cada volta! Comecei a 2ª corrida mais uma vez no 2º posto; mais uma vez cai para o 3º, a poucos segundos. Ainda assim sagrei-me Campeã Nacional de Duatlo Sub-23, título que nunca havia conquistado.

 

Como balanço, foi um mês super-positivo. As sensações foram melhorando com as provas e os objectivos foram mais que cumpridos.

Falta agora um mês para a próxima prova (20 de Maio), a 1ª Etapa do Nacional Individual. Resta-me aproveitar a pausa para fazer aquilo que se torna impossível com tanta prova: Treinar. O meu objectivo é melhor na corrida, para deixar de tornar vão todo o esforço que, durante as provas, faço na Amira. Aproveitar também para disfrutar de voltas mais longas e juntar-me a vós nos diversos passeios da Movefree :)

 

Para mais aventuras passem no meu blogue.

 

Bons Treinos,

Joana Marques

 

p.s: Muito obrigada a todos os companheiros Movefree que por mim puxaram em Torres. Valeu malta!"


Publicado por Eupedalo às 15:11
link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
1 comentário:
De IronMena a 8 de Maio de 2012 às 10:44
Grande Joana!

É 1 orgulho ser tua colega de equipa e é 1 prazer ler os teus textos, que espelham magnificamente a dureza do que vamos fazendo nas provas, tu ao mais alto nível, eu no meu modesto nível! :-)

Bons treinos!


Comentar post

SUBSCREVER FEEDS

ACERCA

Este é o blog da MoveFree. Um blog dedicado a todas as pessoas que pedalam, dos profissionais aos amadores, dos que competem em cima de uma bicicleta aos que gostam de dar umas pedaladas com a família e amigos. Um blog inclusivo e que se compromete a partilhar noticías e informações dedicadas ao ciclismo, à natureza e sustentabilidade.
Eu Pedalo on Facebook

TAGS

2011

24h

24h of exposure

aldeias sos

amigos do pedal

ana galvão

andré egreja

apoio movefree

atleta movefree

audace

avalanche

bicicletas

bike performance center

bikesharing

bmc

brasil ride

bruno espinha

btt

c.o.o.

campanha

campanhas

campeão europeu

cape epic

ciclovias

codigo da estrada

competição

criança

david rosa

dolce vita tejo

downhill

ecologia

enduro series

equipas

estrada

eventos

festival bike

filomena gomes

fórum sintra

forum sintra

freestyle

iceland luso expedition

inovação

itinerários da memória

joana marques

joão barbosa

lisboa

lousã

mafra

mafra btt

malandros btt

maratona de sintra

maratonas

master class

metralhas btt

moda

motovedras

movefree

movefree factory team

movefree/shimano

movefree_

natal movefree

nuno machado

oestebike

oribtt

pardal

passatempo

passeio movefree

passeio nocturno

passeios

passeios de loja

passeios nocturnos

patagonia luso expedition

paulo guerra dos santos

pedro dias

pedro duque

pedro maia

produtos

promoções

raid btt

ribamar

ricardo mendes

rockhopper sl

são martinho

saúde

scott

scott scale 900 rc

segurança

sintra

site movefree

solidariedade

specialized

stumpjumper ht

tapada nacional de mafra

test bike

torres vedras

transalp

treinos

triatlo

tutorial

urbano

todas as tags

ARQUIVOS

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

LINKS